Opinião: Corrente de êxitos colocam China no trilho de se tornar potência científica e tecnológica

Por Qiang Wei, Diário do Povo

O 19º Congresso Nacional do Partido Comunista da China (PCCh) foi inaugurado no dia 18 de outubro em Beijing. Xi Jinping afirmou durante o balanço recente que o país colocou em funcionamento importantes projetos científicos e tecnológicos. Entre os quais se destacam: a estação espacial Tiangong; o submersível tripulado Jiaolong; o maior radiotelescópio esférico do mundo, Tianyan (FAST, na sigla em inglês); o explorador de partículas de matéria escura Wukong (DAMPE); o satélite de comunicações quânticas Mozi (GUESS) e o avião de grande porte C919.

Com o rápido desenvolvimento científico e tecnológico dos últimos anos, a China conquistou vários avanços em 2017.

1-Cargueiro espacial Tianzhou-1

O cargueiro espacial Tianzhou-1 foi lançado a 20 de abril deste ano a partir da base de lançamento de Wenchang, na província de Hainan, tendo realizado com sucesso a acoplagem com o laboratório espacial Tiangong-2. Trata-se do primeiro cargueiro espacial desenvolvido pela China, constituindo uma parte importante do projeto da estação espacial tripulada.

Pelas das 18h00 de 22 de setembro, o Tianzhou-1, após concluir a missão da fase laboratorial espacial e os testes de expansão, saiu de órbita e reentrou na atmosfera.

A equipe de cientistas e técnicos responsáveis pelo projeto formaram os caracteres chineses “Tianzhou”, junto do cargueiro espacial.

2-Porta-aviões de fabrico nacional

O primeiro porta-aviões de fabrico doméstico da China foi lançado a 26 de abril, representando um marco na indústria naval chinesa.

O lançamento do primeiro porta-aviões de fabrico doméstico da China, a 26 de abril de 2017.

3-Trem-bala Fuxing

A nova gama de trens-bala de nova geração, projetada pela China Railway Corporation, com direitos de propriedade intelectual completamente independentes, foi apelidada de “Fuxing”, a 25 de junho. O Fuxing, com 350km/h de velocidade padrão, pode alcançar até 400km/h, significando que os tempos de viagem entre Beijing e Shanghai serão reduzidos para cerca de quatro horas e meia.

Trens-bala CR400AF e CR400BF, classe Fuxing.

4-Avião de grande porte C919

O avião de grande porte C919, de fabrico doméstico e com direitos de propriedade intelectual completamente independentes, partiu a 5 de maio do Aeroporto Internacional de Pudong de Shanghai. A aeronave representa um avanço histórico na indústria de aviação chinesa atestando a capacidade do país de desenvolver de forma autônoma aeronaves de maior dimensão.

C919

C919

5-FAST encontra vários pulsares

De acordo com o anúncio das Observações Astronautas Nacionais da Academia Chinesa de Ciência, o Telescópio Esférico de Abertura de 500 metros (FAST, na sigla inglesa) encontrou pela primeira vez dois pulsares. O FAST, o maior radiotelescópio de abertura única, foi lançado em setembro do ano passado, com a capacidade de receber sinais eletromagnéticos de 13,7 bilhões de anos-luz.

FAST em construção

FAST

6-Extração de gelo combustível

Segundo anunciado a 18 de maio pelo Departamento de Pesquisa Geológica da China, as explorações experimentais de gelo combustível foram brindadas pelo sucesso no Mar do Sul da China. Tratou-se da primeira vez que a China e o mundo realizaram explorações do gelo combustível — 90% do volume de recursos mundiais, com a maior dificuldade de mineração, fazendo da China o primeiro país do mundo a conseguir a produção estável da mineração de gelo combustível.

A China obtém gelo combustível a 1.266 metros abaixo do mar.

7-Satélite de comunicação quântica Mozi

O primeiro satélite de comunicações quânticas “Mozi” realizou pela primeira vez transmissões de chaves quânticas de satélite para estações terrestres e o teletransporte quântico de estações terrestres para o satélite. O Mozi foi lançado com sucesso em 16 de agosto de 2016 em Jiuquan, pelo foguete Longa Marcha.

Satélite de comunicação quântica Mozi